Esta plataforma utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Linha de €100 milhões de Seguro de Créditos de médio prazo para exportações dos sectores Metalúrgico, Metalomecânico e de Moldes já está em vigor

Voltar à listagem

As empresas dos sectores de Moldes, Metalurgia e Metalomecânica contam agora com uma Linha dedicada de Seguro de Créditos com Garantia do Estado, no valor de €100 milhões, gerida pela COSEC no âmbito do Sistema dos Seguros de Créditos com Garantia do Estado (SCGE).


O lançamento oficial desta nova Linha teve lugar no dia 24 de julho, na sede da AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, no Porto, com a presença do Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, e do Secretário de Estado da Economia, João Neves.


A criação desta nova Linha de Seguro de Créditos com Garantia do Estado, que abrange a generalidade dos mercados, à exceção dos países da União Europeia, enquadra-se no programa Capitalizar Mercados Externos e no Programa Internacionalizar, estabelecidos pelo Governo. As candidaturas podem ser, desde já, feitas online, através de scge.cosec.pt.


“Esta Linha de Seguro de Créditos vai permitir às empresas exportadoras apresentar conjuntamente com as suas propostas de venda, soluções de financiamento a médio prazo ao importador, em condições concorrenciais”, explica Maria Celeste Hagatong, Presidente do Conselho de Administração da COSEC. Candidaturas aqui!


Protocolos para divulgação e cooperação

Durante a sessão, a COSEC assinou protocolos com a CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes e com a Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP), com vista à divulgação desta Linha de Seguro de Créditos junto dos respetivos associados.


Também nesta sessão, foram assinados protocolos de colaboração com onze instituições financeiras: Caixa Geral de Depósitos, Banco BPI, Banco Comercial Português (Millennium bcp), Banco Santander Portugal, Bankinter – Sucursal em Portugal, BBVA Portugal, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, Caixa Económica do Montepio Geral, EuroBic, Montepio Investimento, Novo Banco.


“Estes protocolos reforçam a divulgação desta ferramenta para as empresas. No caso das instituições financeiras, para além da divulgação da Linha junto dos seus clientes, pretendem estabelecer bases de colaboração na montagem de operações em que seja requerido o recurso a esta Linha”, acrescenta Maria Celeste Hagatong.


A CEFAMOL tem já estabelecido com a COSEC um plano de trabalho, com o objetivo de realizar já a partir de setembro sessões de formação e esclarecimento sobre esta Linha.


  


Agenda